Na estrada rumo ao sul

No horizonte a estrada reta rumo ao sul, no rádio aquelas músicas que escolhemos com carinho e discussão para a viajem, no céu as cores do fim de tarde, ao volante eu, dirigindo sem pretexto para nosso fim de semana juntos. Tinha tudo para ser uma cena comum e corriqueira na vida de qualquer pessoa, nada relevante era digno de se prestar atenção, somente o caminho.

Ela

Uma brisa veio, vagando pelo caminho estreito de minha mente conturbada. Bem lá no fundo, quase imperceptível diante das inúmeras vozes que ecoam em meus pensamentos. Ela, de maneira quase imperceptível, me colocou de volta a realidade a tempo de escutar aquela voz doce e suave sussurrar em meus ouvidos: “Está tudo bem?!”