Quando ela vem

Quando ela vem, seus passos são leves para que você não os ouça e tente escapar. Ela chega de mansinho quando você menos espera, segura sua mão e te acompanha para onde for. No trabalho, no cinema, na aula, na balada, lá está ela, te encarando do canto mais escuro, esperando por qualquer deslize. Você pode não vê-la, mas consegue senti-la.

Ela é assim. Ela te aperta, te sufoca, te consome, mas você não tem como gritar. Sua cabeça dói, seu estômago revira e um peso se instala em seus ombros. E como ela pesa, viu?!

Quando o ar começa a ficar pesado e a sua respiração descompassada, você sabe que se olhar para o lado, lá estará ela, te encarando com aqueles olhos famintos que se preparam para sugar toda sua energia.

Às vezes ela vem sozinha, em outros momentos, ela vem acompanhada por seus amigos. Eles não são amigáveis, pelo menos não com você. E sempre que eles estão juntos, parece que faltam mais forças ainda para escapar. Eles te sugam mais e mais até que seu corpo desista e você passe horas dormindo, acreditando que ali, você encontrará algum refúgio.

Quando você acorda eles já foram embora. Mas ela não. Ela ainda te observa de longe esperando o momento certo para atacar. Tem dias que ela não se aproxima, tem dias que ela só fica ao seu lado sem te tocar e tem os dias em que ela te estrangula sem dó. É difícil. É complicado. E, quando você menos espera, ela se torna uma companhia presente na sua vida. Quando você menos espera, você já se acostumou com algo que não era para se acostumar.

Agnes Martins

Nascida e criada em Belo Horizonte, Agnes, é formada em publicidade e propaganda com pós em Marketing e Comunicação. Geminiana, com ascendente em aquário e vênus em áries. Ama assistir seriados, ler livros e escrever sobre tudo nas horas vagas.

4 Replies to “Quando ela vem”

  1. Oi Agnes, tudo bem? Guria que texto incrível foi esse? Apesar de ter achado a temática triste, por se tratar uma coisa pela qual muitas pessoas passam, ainda assim é um texto lindo, carregado de sentimentos.
    Beijão e sucesso!

    http://www.itskimby,com

    1. Ei, Kimberly! Tô bem e você? ❤️ Que bom que gostou! É um pouco triste mesmo 🙈 Obrigada pelo carinho!

  2. Ah! Que texto! Muito bem escrito e descrito. Também passo por isso e sei como é quando vem, e quando vai, já esperando a próxima vez.
    Por coincidência, meu último texto também foi sobre ela, se quiser passa lá no blog conferir.
    Beijão
    Meu blog <3

    1. Obrigada, Millenne!

Deixe uma resposta