Amores de Carnaval

Nos conhecemos no quarto dia de carnaval, eu usava uma fantasia improvisada e você uma fantasia preparada com muita antecedência. Tinha tudo para não dar certo, mas deu. Nosso grupo de amigos se encontrou no meio da folia, apresentações para lá e para cá, juntamos o grupo e dali fomos aproveitar o resto do dia. Éramos um dos últimos solteiros do grupo, como você mesmo disse, éramos os remanescentes. Dançamos, bebemos, nos divertimos e por fim fomos embora.

Descobrimos que nossas casas eram próximas e que poderíamos ir juntos para casa. Conversa vai e vem, contamos sobre tudo o que fazíamos, você estudante de Jornalismo e eu de enfermagem. Tínhamos várias opiniões diferentes e outras muito semelhantes. E eu preciso dizer, parecia que nos conhecíamos há anos. Mais uma vez o destino mostrava que tinha tudo para não dar certo, mas deu. Na porta da minha casa trocamos telefones, mas sabíamos que nenhum dos dois ia mandar alguma mensagem.

Nos encontramos novamente no último dia de carnaval. Ao me ver, você sorriu e veio em minha direção, me puxando para um abraço bem apertado. E que abraço! No meio da folia trocamos alguns olhares, dançamos, bebemos e aproveitamos até o último instante do carnaval. E parecia que tudo iria terminar assim, só um flerte de folia.

Fomos embora juntos novamente. Ríamos das bobagens que falávamos e nos divertíamos. Quando paramos na porta da minha casa, ao invés de apenas me deixar lá, você me puxou para um beijo. Naquele instante eu soube que tudo tinha acontecido no seu tempo. Continuamos no portão por um bom tempo dividindo nosso tempo entre conversas e beijos. Até que o momento da despedida chegou. Fizemos promessas que nunca se cumpririam, pois, o nosso momento era só aquele. Aquele amor de carnaval.

Agnes Martins

Nascida e criada em Belo Horizonte, Agnes, é formada em publicidade e propaganda com pós em Marketing e Comunicação. Geminiana, com ascendente em aquário e vênus em áries. Ama assistir seriados, ler livros e escrever sobre tudo nas horas vagas.

Deixe uma resposta