Quem merece a saudade?

 

Não tem nem um ano desde a última vez que a gente se encontrou. Foi tão rápido. Eu fui estúpida e você idiota. E, depois disso, cada um seguiu seu rumo.

É engraçado, que apesar de tudo, você ainda faz parte de mim. Por mais que seja uma parte pequena. Lá está você, me fazendo lembrar, me fazendo sentir. E no final das contas, me fazendo sentir saudade de quem não merece. De quem não se importa com o que já passou.

Hoje, quase um ano depois do nosso último encontro, não sei mais nada de você. Apenas que senti saudade de te ver. De conversar com você e, principalmente, do jeito que você me deixava feliz. Aquela mistura de euforia com felicidade, que dava para ver no olhar.

Não tem um ano desde a última vez que a gente se viu. E durante esse tempo, hoje foi o dia que mais senti saudade de você. E como eu queria te chamar agora, só pra falar tudo isso que acabei de escrever. Mas deixa isso pra amanhã ou pra depois. Em um dia qualquer, tudo pode mudar e essa saudade vai passar.

Agnes Martins

Nascida e criada em Belo Horizonte, Agnes, é formada em publicidade e propaganda com pós em Marketing e Comunicação. Geminiana, com ascendente em aquário e vênus em áries. Ama assistir seriados, ler livros e escrever sobre tudo nas horas vagas.

Deixe uma resposta