Um ano de descobertas

Hoje completa um ano que me mudei. Um ano que tenho descoberto as melhores coisas da vida, as melhores oportunidades e várias outras coisas. Hoje completa um ano que eu decidi deixar tudo para trás e enfrentar meus maiores medos. Hoje completa um ano que estou sozinha em uma cidade desconhecida, mas que agora eu já chamo de lar.

Eu sempre sonhei que isso fosse acontecer, que eu iria seguir meus sonhos e descobrir tudo sobre mim. Antes, na cidade em que eu morava, parecia que eu era um peixe fora d’água. Nada fazia sentido e, por mais que eu tentasse me encaixar, parecia que eu era uma peça que não fazia parte do quebra cabeça. Então, decidi ir atrás dos meus sonhos e deixar tudo para trás.

No início, muitos tentaram me dizer como eu estava sendo egoísta. Só que eu não via desse modo. Ir atrás dos meus sonhos não fazia de mim, uma pessoa egoísta. Mas fazia de mim uma pessoa realizadora, e como disse um professor uma vez: “O mundo está cheio de planejadores, mas existem poucos fazedores”. Há um ano atrás eu decidi não planejar mais, e sim, fazer.

Hoje faz um ano que eu decidi descobrir que eu sou e quais eram os meus sonhos. Hoje faz um ano que eu decidi ser completamente feliz e não apenas pela metade. Hoje faz um ano que decidi ser quem eu sou e não quem as pessoas gostaria que eu fosse.

Hoje faz um ano que eu descobri uma das melhores coisas da vida, minha própria companhia.

por Agnes Martins – Follow my blog with Bloglovin

Agnes Martins

Nascida e criada em Belo Horizonte, Agnes, é formada em publicidade e propaganda com pós em Marketing e Comunicação. Geminiana, com ascendente em aquário e vênus em áries. Ama assistir seriados, ler livros e escrever sobre tudo nas horas vagas.

4 Replies to “Um ano de descobertas”

  1. Oi, Agnes! Passei por aqui pra dar uma olhada e queria dizer que adorei! O layout e os textos. O blog tá lindo!

    Beijão

    1. Obrigada, Kah! Fiquei muito, muito feliz com seu comentário. <3

  2. Que texto significativo, me vi em várias linhas. Já estive em uma situação assim, sai de casa muito cedo pra estudar e depois quando voltei não conseguia me encaixar, parecia que nada ali era meu, que eu não tinha controle sobre nada,nem mesmo sobre mim. Ter me mudado foi o melhor que aconteceu, me sinto outra pessoa. Hoje me sinto como alguém que nasceu novamente, só que dessa vez de fora para dentro, não sei se isso é possível,mas sinceramente, foi o melhor que me aconteceu. Lindo texto. Um beijo e me visite se puder.

    http://www.deixeiflorir.com.br

    1. Que lindo, Mariely! É verdade, parece que quanto mais saímos pro mundo, mais aprendemos sobre a gente. E crescimento de dentro pra fora, é a melhor forma de sabermos quem somos. Que bom que você gostou do texto <3 Volte sempre!

Deixe uma resposta